Director da PlayBoy acusado de violar lei de indecência na Indonésia

Junho 30, 2006 às 9:50 am | Publicado em Media & Jornalismo | Deixe um comentário

 O director e as modelos levaram com um processo em cima só porque as meninas desfilaram o seu charme na primeira edição da revista. A minha questão é: E SE AS MIÚDAS TIVESSEM TIRADO A ROUPA?

[foto de la noticia]O Director da revista ‘Playboy’ na Indonesia  e as duas modelos que apareceram na primeira edição estão a ser investigados, por terem violados a lei  de indecência do país.

O surgimento da revista na Indonésia provocou uma onda de protestos no passado mês de Abril, mesmo não incluindo fotos de pessoas nuas. “La revista se mostró menos ‘carnal’ que cualquier otra publicación a la venta en este país de 220 millones de habitantes en el que el 85% de la población es musulmana”. [in El Mundo]

Anúncios

Serge July deixa Libération

Junho 30, 2006 às 9:38 am | Publicado em Media & Jornalismo | Deixe um comentário

Serge July, en 1981. (Foto: AP)O carismático presidente e director do jornal francês LIBÉRATION, Serge July,  confirmou a sua demissão do cargo, que vinha sendo solicitada pelo empresário Edouard de Rothschild, que desde Abril de 2005 passou a ser accionista maioritário da empresa que gere a publicação. July está à frente do jornal desde 1972. [in El Mundo]

“LIFE IS (not) BEAUTIFUL”

Junho 30, 2006 às 9:22 am | Publicado em Media & Jornalismo | 3 comentários

 CUIDADO: “LIFE IS BEAUTIFUL” É UM VÍRUS VIOLENTO E “SEM CURA”

«Se lhe surgir um aparente inofensivo e-mail anexado com apresentação do power point intitulado “life is beautiful.pps, não o abra em nenhuma circunstância e apague-o imediatamente.
Se abrir o arquivo, a mensagem vai aparecer na tela dizendo: “it is too late now, your life is no longer beautiful”. A seguir irá perder tudo do HD e a pessoa que o enviou terá pleno acesso ao tseu nome, e-mail e senha.
Este é um novo vírus que começou a circular no sábado à tarde.
A AOL já confirmou a severidade, e ainda não há antivírus. Os programas não são capazes de destruí-lo. O vírus foi criado por um hacker que se autodenomina “life owner” ou “dono da vida”». [in Liberal]

OJE está ‘nas ruas’

Junho 30, 2006 às 7:08 am | Publicado em Media & Jornalismo | Deixe um comentário

As empresas portuguesas contam, a partir de hoje, com um novo diário de economia. “Chama-se Oje, e, além de surgir num momento em que a imprensa portuguesa, inclusivamente a económica, regista quedas avultadas nas suas vendas, vai apostar num conceito ‘completamente inovador'”.  [in Diário de Notícias]

Interessante é…

Junho 29, 2006 às 8:31 am | Publicado em Blogues: Media & Jornalismo | Deixe um comentário

saber que os jogadores de futebol também já começaram a se despertar para estas coisas de blogs. Criam as suas páginas, que funcionam com uma espécie de diário aberto ao mundo, onde dão conta dos seus principais trajectos na Alemanha. Por isso, este mundial está a ser muito interessante em termos de cobertura mediática. Os próprios jogadores se encarregam de reportar o seu dia-a-dia.
 
Deixamos aqui alguns blogs, onde se pode espreitar os passos dos craques da bola:

[in Ponto de Análises]

Quem quer um cartão?

Junho 26, 2006 às 5:33 pm | Publicado em Revista NÓS MEDIA | 1 Comentário

fotoEmbora saindo um pouco da nossa ‘linha editorial’, aproveitamos esta brecha para comentar o Portugal/Holanda. Foi um jogo atípico. Ambas as selecções estavam tensas e com vontade de dar um salto para a fase seguinte do Campeonato do Mundo. A partida correu de forma anormal e o árbitro agiu também de forma anormal. Portugal ou Holanda: uma das duas selecções tinha que passar de fase. A outra, regressaria para casa. Perto dos trinta minutos surgiu o golo que fez Portugal dar o tão desejado salto. Mas, antes, o senhor Valentin Ivanov já tinha dado sinais de que não foi lá para brincar. E não foi mesmo. Tanto não foi que acabou por ser o homem do jogo. Acho que ele conseguiu o seu objectivo. Até pode entrar para o Guinness Book.
Valentin Ivanov saiu do relvado como entrou: de cabeça erguida e com convicção de que recebia o prémio de Melhor Homem do Jogo. E recebeu… um cartão amarelo da Fifa e um cartão vermelho do senhor Scolari. Também… acho que não poderia ser diferente. Um homem que dá 16 cartões amarelos e 4 vermelhos durante uma partida de futebol merece um prémio… mesmo que seja um cartão preto. Cartão preto? Isso também existe no futebol? Bem… acho que não. Eu não sou propriamente um especialista em futebol, mas uma coisa ficou clara: o senhor Ivanov, a nível de paciência, é um deserto. E isso não fica muito bonito para um senhor que é professor. Com que cara enfrentará os seus alunos? De todo modo, hoje ele é um homem feliz. Conseguiu aquilo que nenhum homem conseguiu na face da terra: dar 16 cartões amarelos e 4 vermelhos durante um jogo do Campeonato Mundial de Futebol e ainda ter direito a dois cartões depois do jogo. Um verdadeiro Card Man.

NIKE “TROUXE JESUS CRISTO” PARA (Ingla)TERRA

Junho 22, 2006 às 9:24 pm | Publicado em Media & Jornalismo | 1 Comentário

Imagen de la polémica campaña. (Foto: AP)

Em pleno Campeonato de Mundo de Futebol, a Nike acaba de se envolver numa grande polémica no Reino Unido. Tudo, por causa de uma campanha publicitária em que Wayne Rooney aparece, de tronco nu, com os braços abertos, coberto por tinta encarnada em forma de cruz. Para além das sensibilidades religiosas, a foto foi mal recebida por personalidades ligadas à ala conservadora da política inglesa.
 
Bem ou mal, o certo é que a mensagem passou. Durante esta semana, as críticas à campanha publicitária da Nike encheram páginas de jornais e revistas no Reino Unido. E isso até pode ser uma forma que a empresa encontrou para estar na ordem do dia. [
in El Mundo]

Grupo português quer conquistar Espanha e Brasil

Junho 22, 2006 às 8:57 pm | Publicado em Media & Jornalismo | Deixe um comentário

"O administrador-delegado da Media Capital, que controla a TVI, Manuel Polanco, anunciou que o grupo ambiciona ser um "grande produtor" de conteúdos televisivos a nível ibérico, explicando que a NBP será decisiva nesta estratégia.

mediacapitalA NBP vai passar a produzir outros conteúdos, além da ficção, com o objectivo de os vender a canais generalistas nacionais, que não a TVI, e também para Espanha e o Brasil, revelou o responsável – citado pela agência Lusa – adiantando que deverá haver novidades neste capítulo já no início do próximo ano. Os alvos da NBP serão "todo o tipo de canais, incluindo os telemóveis", disse o gestor, frisando que a estratégia assenta nas co-produções. Daí a criação de uma produtora em parceria com o grupo brasileiro Bandeirantes (que já tem em carteira um projecto para um cliente português). O gestor espanhol sublinhou que um dos principais activos da NBP é o preço, aliado ao "know-how" e nível de qualidade, pelo que a produção será sempre realizada em Portugal, ainda que em parceria. Além da produção televisiva, a Media Capital vai reforçar a aposta na rádio, principalmente através do Rádio Clube Português, e nos conteúdos de Internet, onde está presente através dos sites Agência Financeira, Portugal Diário e Mais Futebol". [in Jornal de Notícias]

NATO ‘leva’ mais de uma centena de jornalistas a Cabo Verde

Junho 22, 2006 às 10:59 am | Publicado em Media & Jornalismo | Deixe um comentário

"O comando do exercício Steadfast Jaguar 2006 aguarda a chegada esta tarde ao Mindelo de cerca de 120 jornalistas de 22 países para a cobertura do evento, sem contar com os nacionais e com um grupo de jornalistas que virá do continente africano, cujo número não foi revelado, informou a Rádio Comercial.


Esta quinta-feira é Dia da Imprensa na programação do exercício e a NATO preparou um programa que vai ocupar os jornalistas de 72 agências noticiosas durante todo o dia. Assim, a partir das 07:30 horas a imprensa visita, ao logo de duas horas, o acampamento da componente terrestre na Baía das Gatas e segue depois em grupos para quatro “locais de interesse”: visita ao navio de comando Castilla da marinha espanhola, visita a componente de evacuação médica do Lazareto, deslocação ao acampamento do Morro Branco ou ainda visita ao navio de comando Mount Whitney da marinha norte americana". [
in Visão News]

La revolución de los blogs

Junho 18, 2006 às 7:47 pm | Publicado em Comunicação e Sociedade | 2 comentários

Portada de La Revolucion de los BlogsNão há dúvida que os blogues abriram uma nova oportunidade de comunicação. Através dessas ferramentas, houve uma ampliação do espaço público e potencializou-se a possibilidade de cidadãos comuns começarem a participar activamente na esfera de discussão. Por isso, muitos dizem que a comunicação na blogosfera é uma possibilidade de "dar voz aos que não tinham voz". Vozes, que falam de temas variados, desde a política à religião ou simples palavras soltas e desordenadas sobre o que passa no dia-a-dia.
Como uma nova ferramenta comunicativa, os blogues hoje estão na linha da frente da investigação sobre a comunicação social. Praticamente, são um fenómeno que marca a sociedade actual e rompe com o silêncio 'patrocionado' por uma comunicação social orientada por determinados valores, ora veiculando ideologias políticas, ora correndo atrás do dinheiro publicitário, hipotecando a sua própria liberdade de actuação e desvirtuando o seu papel social na esfera pública.
Toda essa conversa para dizer o quê? Que no próximo dia estará disponível no mercado espanhol um livro de José Luis Orihuela, autor do blogue
eCuadernoLa Revolución de Los Blogs é o título da obra que o autor considera não ser um livro técnico nem um livro para os bloggers [Assim, poupo uns trocados 🙂].  "Es un libro para gente corriente que quiere comprender por qué las bitácoras en la Red son el medio de la gente, y cómo pueden comenzar la suya" [in eCuaderno]

Página seguinte »

Create a free website or blog at WordPress.com.
Entries e comentários feeds.