Polícia Nacional devasta Direito à Liberdade de Imprensa

Fevereiro 26, 2008 às 3:49 pm | Publicado em Comunicação e Sociedade, Media & Jornalismo | 1 Comentário

.
Reproduzimos aqui a notícia que o Liberal On-line emprestou ao Jornal de Cabo Verde, dando conta de uma situação aberrante de devastação do direito à liberdade de imprensa, consumado na obstrução de exercício da actividade jornalística. A fazer fé no relato do jornalista Andrés Vince, a informação que reproduzimos é uma vergonha para quem deveria perceber um pouquinho que seja sobre os direitos fundamentais da pessoa humana. Se a polícia não conhece os chamados catálogos de direitos fundamentais, indisponíveis e intransponíveis, consagrados constitucionalmente, dos quais o direito à liberdade de imprensa faz parte, o que esperarmos das nossas polícias? Só distribuir cacetadas não chega. É preciso um bocadinho de conhecimento para que essa distribuição, ainda que não seja justa, seja menos injusta.
 
Os agentes que prenderam o jornalista“Final da tarde na Achada Santo António (18h), dia 20 de Fevereiro. O fotojornalista Oteldino Vieira, do JCV, voltava para o seu local de trabalho apenas para “descarregar” as suas fotos e terminar o seu expediente. Tudo parecia correr na maior normalidade, quando surge uma ronda da Polícia Nacional. Eles param, descem quatro polícias da viatura e saem em busca de um suspeito. Dentro de minutos, localizam-no, imobilizam-no e ele é levado para dentro do carro do piquete da PN. Nesse meio tempo, tudo é captado pela câmara do fotógrafo que, cumprindo o seu instinto profissional, apenas registou toda a movimentação.A cena transcorreria na maior normalidade, não fora o facto de um dos polícias ter arrancado a câmara do fotojornalista de suas mãos, sob alegação que ele não poderia fotografar aquele episódio. Facto consumado, o fotógrafo se dirigiu à redacção e informou os seus superiores que a sua câmara havia sido apreendida.Como a viatura da ronda da Polícia Nacional ainda se encontrava no local, responsáveis do JCV foram questionar sobre o ocorrido, perguntando quem seria o superior na ocasião da apreensão. Nesse momento respondeu um policial de nome Domingos Lopes, dizendo-se o responsável. Qual o motivo do confisco do equipamento? Responde que havia sido ele mesmo o mandante da apreensão. Confrontado com o facto de que não podia obstruir o trabalho da imprensa dessa forma, arbitrariamente, ordenou a imediata detenção do fotógrafo que encontrava-se junto aos seus responsáveis no intuito de recuperar o equipamento apreendido.Nesse momento, o fotógrafo do JCV, iniciou o seu Caminho de Santiago. Além de não haver nenhuma acusação plausível contra ele, foi obrigado a entrar humilhantemente na viatura diante de uma grande plateia, que já se aglomerava, tendo sido engaiolado juntamente com presumíveis delinquentes que, entretanto, já se encontravam na gaiola da viatura policial. Como qualquer pessoa que, neste caso, supostamente descumpre a lei, deveria ser levado para um destino como a área judiciária.Infelizmente, tal não aconteceu. O policial Domingos Lopes informou que seria levado para a esquadra do Palmarejo. Mas, em seguida, informou outra pessoa que ele seria levado a esquadra de Eugénio Lima. Confusão feita, começaram os contactos por parte dos responsáveis de JCV na tentativa de tentar localizar o fotógrafo, pois não havia certeza para onde ele haveria sido levado.NR. Já depois de terem apanhado um raspanete de um dos superiores hierárquicos, sem saberem o que fazer com o fotógrafo, simularam um pedido de desculpa. Liberal sabe que o profissional da Comunicação Social já apresentou queixa contra os agentes infractores.
.
Andrés Vince“.
. 
[Vénia ao
Liberal On-line]

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. problema voces são enimigo nomero um da policia, seguramente naquele momento ele esta a fotografar a cena mas emportante da quele dia porque voces não saiba faser noticias, ha muita coisas que voces deivia preucupar com eles que dava bom noticia mas não como não tem nada que faser no vosos local de trabalho é por isso que anda sempre ha procura do que anda afaser ospolicias para que voces podem vender algum jornal, e voces são o maior culpado de todas essas delenquencia neste pais tanto jornal com televisom um bando de emcompitente.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: