Remodelação governamental e cobertura noticiosa

Junho 27, 2008 às 6:35 pm | Publicado em Media & Jornalismo, Política | Deixe um comentário

O Governo de José Maria Neves acaba de anunciar o seu novo elenco, que apresenta caras novas, marcando-se por saídas e entradas de novos elementos da sua composição. Justamente no dia que se abre, em Portugal, um Congresso sobre o ‘movimento feminista’, em Cabo Verde apresenta-se um dos governos ‘mais feministas’ de sempre. Ora, aqui o conceito de feminismo não carrega nenhuma simbologia negativa, mas apenas refere-se à questão da igualdade de oportunidade entre os géneros.

Voltando à nossa questão central… tal como já tinha sido anunciado, desde a semana passada, estava à espera dessa remodelação. Em boa verdade, estava à espera dessa remodelação desde o dia que foi conhecido o resultado das eleições autárquicas, que mostrou uma derrota inequívoca do partido no Governo, que, para além de um menor número de Câmaras Municipais, passou a estar completamente fora das maiores Câmaras Municipais do país, ou se quisermos, das Câmaras com maior expressão sociológica, a saber: Santa Catarina (Ilha de Santiago), Cidade da Praia (Santiago), São Vicente (onde elegeu alguns deputados) e Sal.

Sem estar a analisar a questão das eleições autárquicas, a questão agora é a remodelação governamental. A notícia foi dada, naturalmente, por todos os órgãos de comunicação social com presença na Internet, mas, em relação às novas entradas no elenco governamental, creio que a notícia tem algumas deficiências. Desde logo, não conheço o curriculum e o perfil de alguns dos novos ministros que entraram e creio que há mais pessoas que não tenham esse conhecimento. Daí, fazer sentido os órgãos de comunicação social nos darem mais pormenores sobre os novos que entraram, para além do nome e da pasta que assumiram. Acho que até à próxima semana, esta notícia deverá ser divulgada. Talvez eu tenha precipitado. Um bom fim de semana.

 

O Novo Elenco Governamental:

Primeiro-Ministro: José Maria Neves.

Ministro de Estado e das Infra-estruturas, Transportes e Telecomunicações, Manuel Inocêncio Sousa.

Ministro de Estado e da Saúde, Basílio Mosso Ramos.

Ministra da Reforma do Estado e da Defesa Nacional, Cristina Fontes Lima.

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidades, José Brito.

Ministra das Finanças, Cristina Duarte.

Ministro da Administração Interna, Lívio Lopes.

Ministra da Justiça, Marisa Morais.

Ministra da Economia, Crescimento e Competitividade, Fátima Fialho.

Ministra do Trabalho, Formação Profissional e Solidariedade Social, Madalena Neves.

Ministro-Adjunto do Primeiro-Ministro e da Juventude e Desportos, Sidónio Monteiro. Sob tutela deste governante fica, de entre outros, a pasta da Comunicação Social.

Ministro do Ambiente, do Desenvolvimento Rural e dos Recursos Marinhos, José Maria Veiga.

Ministra da Descentralização, Habitação e Ordenamento do Território, Sara Lopes.

Ministro da Cultura, Manuel Veiga.

Ministra da Educação e Ensino Superior, Vera Duarte.

Ministra da Presidência do Conselho de Ministros e dos Assuntos Parlamentares, Janira Hopffer Almada.

Secretário de Estado da Administração Pública, Romeu Modesto.

Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros, Jorge Borges.

Secretário de Estado da Economia, Humberto Brito.

Secretário de Estado da Educação, Octávio Tavares.

Fonte: Expresso das Ilhas

‘Crónicas sobre Rodas’

Junho 27, 2008 às 5:24 pm | Publicado em Comunicação e Sociedade | 1 Comentário

Mafalda Ribeiro, não encarando a dificência física como um entrave à sua expressão, estudou Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, trabalha como Técnica de Comunicação e acaba de lançar uma obra que traz a chancela da Papiro Editora, cujo título é Crónicas sobre Rodas. Diz a nota de anúncio da apresentação da obra que Mafalda Ribeiro “não é jornalista na prática, mas é o gosto pelo jornalismo e pelas letras que fazem mover a sua cabeça, ainda que as pernas não lhe obedeçam”.

 

Realçamos três comentários extraídos do mesmo documento, que ajuda-nos a compreender a força interior que há na autora:

 

«Nasceu diferente e com uma doença que fala em imperfeição óssea mas, na verdade, é por ser diferente e por ter essa mesma ‘imperfeição’ que a Mafalda faz a diferença neste mundo.

Este livro é muito mais do que uma colecção de crónicas, é um testemunho transformador!»

Laurinda Alves 

 

«Mafaldinha, o tamanho do teu talento é inversamente proporcional à tua estatura física. E não é que, sem asas, tu voas mais alto do que qualquer um de nós?»

Jorge Gabriel 

 

«A Mafalda chama-me “professor”, porque lhe dei aulas de jornalismo.

Mas foi ela quem me ensinou mais do que alguma vez poderei retribuir.
É impossível ser indiferente a tudo aquilo que a Mafalda observa, sente e descreve de forma singular.
Estes textos emocionam; abrem sorrisos; rasgam certezas; e inspiram.
Celebram a vida! Uma vida extraordinária!»

 

José Alberto Carvalho

VAGAS: Um livro de um dos fundadores da Rádio Alfa

Junho 26, 2008 às 5:55 pm | Publicado em Comunicação e Sociedade | Deixe um comentário

Sem t�tuloAcaba de ser lançado, em França, um livro de poesia intitulado VAGAS, cujo autor é Rogério do Carmo. A obra, que traz um prefácio por mim escrito, já começa a ser publicitado nos meios de comunicação social portugueses, que operam junto das comunidades portuguesas radicadas em Paris. Um exemplo disso é o caso do LusoJornal.

Rogério do Carmo, destaca-se, entre outras coisas, por ter sido um dos fundadores da Rádio Alfa, um dos órgãos de comunicação social com mais eco no seio da comunidade lusa em França.

Desejo muita sorte ao autor e, desde já, muito obrigado pelo convite que me formulou para prefaciar a sua obra. Em baixo, a peça do LusoJornal que pode ser consultado no sítio do jornal na Internet.

 

 

Cabo Verde no Teatro Meridional

Junho 25, 2008 às 6:18 pm | Publicado em Comunicação e Sociedade | Deixe um comentário

Ídole da juventude ‘volta’ com Cabopop

Junho 20, 2008 às 4:21 pm | Publicado em Revista NÓS MEDIA | Deixe um comentário

Quer se goste ou não, Gil Semedo é dos artistas que opera no segmento da música moderna cabo-verdiana, perante quem ninguém fica indiferente. Uns criticam, outros gostam assim assim e muitos o adoram. Não é por acaso que é dos que mais vende e dos poucos que sobrevivem apenas dos negócios ligados à música. Está de volta, com ‘Cabopop’. Será que tem algo a ver com o Caboswing, que fez história na década de 90? É só confirmar, indo à página pessoal do artista, que também está presente no My Space e no Hi5.

Concentração: Grupo de Balsemão compra rede de ‘sites’

Junho 20, 2008 às 4:02 pm | Publicado em Media & Jornalismo | Deixe um comentário

drbalsemao.jpg

“O grupo Impresa, detentor do Expresso e da SIC, anunciou  ter chegado a acordo para adquirir 51 por cento da 7GRAUS – Sistemas de Informação LDA, proprietária de sites de fotografia online como o ‘Olhares.com’ e “Zyeuter.com”, pelo valor de 408 mil euros.

 

 

A Impresa afirma que o objectivo desta aquisição é ‘desenvolver a actividade de fotografia online, principalmente através de uma estratégia de expansão internacional’.

Este é um passo importante na estratégia de crescimento da AEIOU, empresa participada da Impresa, através da qual foi feita a transação”. [in JN]

Portugal: ‘Governo dá poderes à ERC para impedir concentração’

Junho 20, 2008 às 3:56 pm | Publicado em Media & Jornalismo, Política | Deixe um comentário

“A Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERS) vai poder impedir que um operador adquira outro se o comprador tiver uma quota de audiência superior a 50 por cento no seu único sector de actividade (imprensa, rádio ou televisão)”. [in JN]

Portugal aprova proposta de lei do pluralismo e da não concentração nos media

Junho 20, 2008 às 3:29 pm | Publicado em Media & Jornalismo | Deixe um comentário

“O Governo aprovou ontem uma Apresentação de diapositivosproposta que, se for aprovada no Parlamento, impedirá o Governo, governos regionais ou autarquias de serem proprietários de órgãos de comunicação social, excepção feita ao serviço público de rádio e televisão.

Como consequência directa deste diploma, o Governo Regional da Madeira terá de abdicar da propriedade do Jornal da Madeira e a Câmara Municipal de Braga do Jornal do Minho”. [in DN] 

‘Moção de censura’ aos imigrantes

Junho 20, 2008 às 3:20 pm | Publicado em Comunicação e Sociedade | Deixe um comentário

É no mínimo estranho que, no Ano Europeu do Diálogo Intercultural, se aprova uma directiva que representa um claro retrocesso nas políticas de garantia dos Direitos Humanos, aumentando o período de tempo de prisão de ilegais, facilitando a extradição, num processo ‘desesperado’ que nem sequer poupa as crianças. Os sinais são preocupantes e a hipocrisia é muita. Quando se diz que a população europeia está a envelhecer, que são precisos milhões de estrangeiros para poderem garantir o funcionamento do sistema social europeu e também para garantir a continuidade equilibrada da sociedade, da economia e de outros segmentos, agora apresenta-se uma ‘moção de expulsão colectiva dos imigrantes’. Afinal, precisa-se ou não se precisa de mão-de-obra estrangeira? Porquê dois discursos? Porquê diálogo intercultural, quando se pretende prender até crianças para expulsar? Deixem de brincar com a inteligência de cada um, pelo amor de Deus. A imagem que acompanha este post é reveladora das contradições que a Europa encerra.

 

SAPO dança funaná em Cabo Verde

Junho 5, 2008 às 2:14 pm | Publicado em Comunicação e Sociedade | 4 comentários

Em Abril, o SAPO deu um salto e chegou a Cabo Verde. Estando em viagens, não pudemos noticiar, aqui no blog, essa internacionalização da operadora do ramo da Internet que, em Portugal está sob a plataforma empresarial da Portugal Telecom, e em Cabo Verde surge como uma participada da Cabo Verde Telecom, que tem a PT como o maior accionista. Estando presente na Internet como SAPO Cabo Verde, o acesso à página da empresa tem-se através do sítio www.sapo.cv. A página do SAPO CV disponibiliza um conjunto de serviços, desde e-mails, blogs, espaços para fotografias, conteúdos desportivos, vídeos e informação dos mais variados temas. O SAPO CV já começou a funcionar como porta de entrada de alguns jornais electrónicos, particularmente a do Liberal On-line cujo acesso deixou de ser através do endereço www.liberal-caboverde.com para ser através do sítio www.liberal.sapo.cv.

Não deixando o seu crédito por mãos alheias, o SAPO chegou a Cabo Verde, começando logo por aproveitar do calor e mostrar também que, a dançar funaná, ele é bom. A conferir…

Página seguinte »

site na WordPress.com.
Entries e comentários feeds.