O homem que morde o cão

Julho 26, 2008 às 6:02 pm | Publicado em Media & Jornalismo | 4 comentários

Normalmente, quem entra para o primeiro ano de uma licenciatura em jornalismo/comunicação social/ciências de comunicação aprende, nas Teorias da Comunicação, que quando um homem é mordido por um cão, normalmente, não é notícia (salvo a gravidade do facto), mas o homem que morde o cão sempre é notícia. Pois, foi o que aconteceu recentemente no Brasil. O menino de 11 anos mordeu um cão até perder um dos dentes. Isto em defesa do ataque do animal. Depois deixa um conselho: ‘é melhor perder um dente do que perder a vida’. Aí está uma notícia, em pleno sentido da palavra, procurando harmonizar o ensinamento académico e o gosto do público e dos jornais.

Sinal di Tenpu

Julho 26, 2008 às 3:38 pm | Publicado em Cânticos e Poesia | Deixe um comentário

(pa louva Dr. Azágua i se puema “TENPU”)

//

Sin!

Txeu tenpu pasa

sen sinal di tenpu

rabiskadu pa nho

al ser falta di tenpu

//

Xo, tenpu bidjaku!

Dexa-l ku tenpu

pa el ten tenpu

brinka ku tenpu

nina-nu kurason

dentu tenpu

//

Si falta-nho tenpu

skrebe-m na tenpu

N kunpra-nho tenpu

la fin di tenpu

//

Aian!

Tenpu d’azagua

pa Dr. Azágua

tenpu e poku

– linpa lugar na tenpu

  simia dentu tenpu

  ka monda fora tenpu

  nen ramonda antis tenpu

  ki fari korta dipos tenpu

  tudu na se tenpu sertu!

//

Anpugo!

Diskulpa-m

dexa-m sumara tenpu

tenpu dja muda

sinal tenpu-l txuba

N ka tene mas tenpu

labilabi na tenpu

konbersu sabi

ladron di tenpu

txiga tenpu d’azagua!

//

Dipos d’azagua

Dr. Azágua

na son d’agua

midju na bidon

na poial di tenpu

nu ta papia di tenpu

sen tenpu kaba

nos e mondon di tenpu!

//

Marsianu nha Ida padri Nikulau Ferera

( dentu Bersu Kabuverdianidadi, 20Junhu2008 )

África e os ‘media’

Julho 23, 2008 às 11:16 am | Publicado em Comunicação e Sociedade, Media & Jornalismo | Deixe um comentário

TV Globo produz programa para a África

.

“A TV Globo está a preparar uma programação dirigida a  seus telespectadores em África, como forma de alargar a cobertura internacional da emissora brasileira.

O programa denominado, “Revista África”, tem a estrutura de uma revista cultural semanal, e será gravado, inicialmente, em Angola e Moçambique, em colaboração com uma produtora angolana.

Técnicos da Globo estão ministrando cursos de formação para técnicos de câmera, iluminação, maquiagem e edição, entre outros aos parceiros africanos do projecto.

Angola é actualmente o país africano com maior número de assinantes da Globo com um número que oscila entre 160 mil a 500 mil”. [in Visão News]

.

TPA coloca Angola na rota da informação internacional

. 

“A Televisão Pública de Angola, TPA, apresenta o seu canal internacional, quinta-feira, 24, numa gala festiva no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, Portugal. A TPA Internacional é o terceiro canal da televisão pública angolana, que já opera com os canais domésticos TPA 1 e TPA 2.
Numa primeira fase, a TPA Internacional vai transmitir experimentalmente para a Europa e, posteriormente, alargará a sua emissão para a África e Américas.
A emissora pública angolana informou que o lançamento do canal internacional tem como objectivo elevar a TPA ao estatuto de “televisão de referência” no continente africano e no mundo.
A implementação do novo canal vai permitir uma maior divulgação de informação relacionada com o país junto das comunidades angolanas no exterior e também sobre o desenvolvimento socio-político, económico e cultural de Angola.
A programação internacional vai ser formada por parte dos conteúdos dos canais da TPA 1 e TPA 2, incluindo telejornais e programas de variedades e entretenimento.
A festa de apresentação do novo canal contará com vasto leque de artistas convidados: Kilandukilu, Daniel Nascimento, Bruna Tatiana, Kizua Gourgel, Carlos Burity, Karina Santos, Bonga, Nayma, Pérola, Yola Araújo, Maya Cool, Puto Lilás e Yuri Da Cunha, entre outros”. [
in Expresso das Ilhas] 

 

Spor TV lança canal para África

.

As emissões da Sport TV África vão arrancar no próximo dia 1 de Agosto. Em ano de décimo aniversário e dois meses após o lançamento da Sport TV 3, a estação lança agora o primeiro canal internacional português de desporto, que estará disponível em todos os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa e em cerca de 50 países da África subsaariana.

Trata-se de um projecto que visa fortalecer a ligação entre os povos africanos de língua portuguesa e Portugal, sendo que o canal terá uma programação diversificada, com vários jogos de futebol e de outras modalidades em directo, bem como diversos blocos noticiosos. Para já, a Sport TV África terá emissões diárias de segunda a sexta-feira das 18h00 às 23h00 e, aos fins-de-semana, das 15h00 às 23h30. Refira-se que o novo canal será coordenado pelo jornalista Miguel Prates”. [in O Jogo]

 

 

Joaquim Oliveira afirma que Sport TV dá um passo do tamanho da África

.

 Na apresentação do novo canal, que decorreu ontem nas instalações da Sport TV, Joaquim Oliveira, presidente da Controlinveste, salientou a importância cultural deste projecto. “Hoje [ontem], damos um passo do tamanho de um continente, África. Este é o nosso modesto contributo para a cultura e proximidade dos povos”, considerou. Na cerimónia esteve António Braga, secretário de Estado das Comunidades (à esquerda na foto de cima)”. [in O Jogo]

Paulo Lima promete audácia à frente da RCV

Julho 18, 2008 às 6:20 pm | Publicado em Media & Jornalismo | Deixe um comentário
Paulo Lima

  

Sem prejuízo das linhas condutoras em vigor na RCV, poder-se-ão abrir outros espaços na programação, de forma a concertar as dinâmicas de desenvolvimento social com os ideais da empresa que, na óptica do novo director, tem alargado e com sucesso o seu espaço radiofónico, com a criação e apetrechamento das diversas delegações: “dada as dispersão das estruturas da RTC, pensamos que é possível, neste momento, promover mais informação regional. Todas as delegações têm uma quota horária de informação regional que vai ser aumentada, justamente para dar mais espaço para as comunidades se expressarem”, afirmou Paulo Lima, que perspectiva também um serviço de informação e de programas capaz de aproximar a diáspora do arquipélago. Aprimoramento das novas tecnologias de comunicação e o desenvolvimento e aproveitamento dos recursos humanos, vão ser o arrimo da nova direcção da RCV, cujo mandado começa em Agosto”. [in Liberal]

Jornalista Daniel Spínola lança ‘romance histórico’

Julho 18, 2008 às 6:18 pm | Publicado em Comunicação e Sociedade | Deixe um comentário

É um romance curioso no processo adoptado para a efabulação que nos reporta à revolta de Monte Agarro, tida pelos historiadores como a última sublevação de escravos em Cabo Verde – corria o ano de 1835″. [in Liberal] 

Hulda Moreira é Presidente da AJOC

Julho 16, 2008 às 6:30 pm | Publicado em Media & Jornalismo | Deixe um comentário

.

Com a chegada do Paulo Lima à direcção da Rádio de Cabo Verde, surgiu o seu pedido de demissão do cargo de Presidente da Associação dos Jornalistas de Cabo Verde (AJOC). Assim, Hulda Moreira, da RTP África, que era vice-presidente no consulado de Paulo Lima, assume agora o cargo da direcção da AJOC. Numa altura em que temos mais ministras do que ministros, rima muito bem também que haja uma direcção da Associação dos Jornalistas de Cabo Verde presidida por jornalista (no feminino).

O avanço que Cabo Verde tem conhecido, nos últimos tempos, tem criado alguma disparidade entre os “ramediados” e os “efectivamente pobres”. Se a luta para contrariar esse fosso é, não só salutar como também necessário, faz todo o sentido que as mulheres sejam encaradas como elementos activos no processo de desenvolvimento do país, que tenham responsabilidades, cargos, salários, oportunidades e tarefas iguais aos dos homens. Boa Sorte à Hulda Moreira.

A ‘dança’ dos directores na TCV: Adelina Brito substitui Margarida Fontes

Julho 16, 2008 às 6:14 pm | Publicado em Media & Jornalismo | Deixe um comentário

A decisão de colocar a jornalista interinamente à frente da TCV surge após o anúncio da escolha, na semana passada, de Paulo Lima para dirigir a RCV, a rádio pública, em substituição de Carlos Santos”. [in Expresso das Ihas]

Nos Identidadi É Kabuverdianu

Julho 16, 2008 às 5:58 pm | Publicado em Comunicação e Sociedade | 1 Comentário

Por: Agnelo A. Montrond

Nos identidadi sta patenti na nos funsionaméntu biopsikosusial, ki é rezultadu di influênsia intérna y extérna ki ta kontisi na nos bida. É pensa, xinti, sunha, y konporta komu un kabuverdianu. É imigra pa país stranjeru, asimila y adapta a kultura, abitus y tradison di país di akolhiméntu, má inda simé kontinua ta ser kabuverdianu di jéma y ku orgulhu. Nos identidadi é nunka nega Kabu Verdi komu nos mãi-pátria, y nunka nega ser sidadon kabuverdianu.

Inkrível má verdadi: dja nu konpleta 33 anu indipendenti, y inda alguns kabuverdianus tene koraji di identifika komu purtugês na alguns lugaris na Mérka, ku algun sintôma di protagonismu na es zóna di Nóva Inglatérra. Keli é más ki krizi di identidadi. É burgónha di asumi identidadi kabuverdiana, sima ki ser kabuverdianu é ser inferior a merkanu, purtugês, ó otu nasionalidadi kaulker. É odju prétu ki nos identidadi sa ta leba. É tanbê manifestason di un grandi dizikilibriu na nos identidadi, ki, uzandu metáfora, nu ta fla ma é un expasu tridimensional enjendradu pa três eixu: eixu di kriolidadi, eixu di afrikanidadi y eixu di luzofonia.

Ku ekilibriu ki nu meste na nos identidadi, nu ta finka pé riju na txon ki oji é di nos y nãu di morgadu, nu ta suste rixu na nos bandera, nasionalidadi dja nu ten dja, nu ta kanta nos inu di liberdadi en koru ku vós di determinason, y nu ta fla nun só vós, ku sertéza y orgulhu, ma nos Identidadi é Kabuverdianu.

Nos identidadi é lus ki ta brilha na odju di tudu fidju di Kabu Verdi. Nu ka dadu el pa konpostura, nu ka panha-l na txea, nén nu ka ganha-l na lotaria. É un konkista permanenti pa tudu povu kabuverdianu, ki ta konsigidu ku un fórti determinason, konbati, y ixpiritu di sakrifísiu, na undi ki kabalu di batalha é unidadi y luta pa autonomia di nos identidadi kabuverdianu. É un luta pa diféza di dignidadi di ómi y mudjeris kabuverdianu, di nos kultura ki é nos stréla, di nos tradison ki é nos sol, di nos fórma di ser, di sta, y di afirma na mundu. Ku txeu konvikson y orgulhu na petu nu ta fla ma é un luta ki ta kumesa ku vitória enbóra na sufriméntu. Y já ki nu tene vitória granpadu, trankadu dentu Kabu Verdi, ku tranka di nos identidadi trabesadu en diagunal na porton di nos ilha, na pás, nu ta kontinua nos luta pa konsolida, fortifika y engrandesi nos vitória kada bês más.

Nu meste más partisipason, y nos tudu inda é poku, pa promovi, divulga, y valoriza nos kultura, y nos identidadi. Ku partisipason fraku y un dinamika fadjadu é sima agu na bindi fradu: kantu más agu nu poi, más baziu bindi ta fika. 33 anu dipôs di indipendênsia, nos identidadi inda sta dizikilibradu. Dja txiga óra di nu ikilibra-l. Asumi kabuverdianidadi ku orgulhu y di fórma inkondisional é kel pézu ki nu meste poi na balansa di nos nason pa ikilíbriu di nos identidadi.

 

Rádio de Cabo Verde tem novo director

Julho 14, 2008 às 5:35 pm | Publicado em Media & Jornalismo | 1 Comentário

Paulo Lima

“O jornalista Paulo Lima é o novo director da Rádio de Cabo Verde (RCV), substituindo em funções o colega Carlos Santos que se encontrava demissionário há alguns meses.

Quadro da Radiotelevisão de Cabo Verde (RTC) e com larga experiência na RCV, Paulo Lima, terá como seu colaborador directo o veterano Júlio Vera Cruz Martins que vai assumir a Chefia de Informação.

Em declaração à Inforpress, Paulo Lima considerou este seu mais recente cargo como um processo normal de substituição dentro de uma organização, o que para ele significa uma mudança normal na assumpção de responsabilidade.

Para o novo director da RCV, a instituição já tem o seu objectivo traçado como uma rádio de serviço público, tendo assegurado que o centro da sua actuação vai continuar a ser a informação e, de preferência, em primeira mão.

É que para Paulo Lima, a RCV assume-se claramente como uma rádio de serviço de informação, tendo prometido, entretanto, dedicar uma “atenção especial” à diáspora cabo-verdiana, tendo em conta o seu peso e a sua influência na economia cabo-verdiana.

Para além de resgatar alguns programas temáticos que actualmente já não fazem parte da grelha de programação, Paulo Lima e a sua equipa prometem levar a RCV junto das comunidades.

Paulo Lima, que presidiu a Associação dos Jornalistas de Cabo Verde (AJOC) desde Dezembro de 2003, deverá assumir as novas funções de director da RCV a partir de 01 de Agosto.

 

“. [in InforPress]

Foto: Expresso das Ilhas

Iphone chega oficialmente a Portugal

Julho 11, 2008 às 5:31 pm | Publicado em Comunicação e Sociedade | 1 Comentário

A primeira geração de iphone não chegou a Portugal, razão pela qual o começo das vendas à meia-noite de hoje levou muita gente à espera, durante horas, para deitar mão ao pequeno ‘filho da tecnologia’, que alguns dizem já que, mais do que um simples aparelho, é uma forma de estar na vida.

Sobre o Iphone, o sítio da Optimus na Internet diz o seguinte:

 “Com rápida tecnologia sem fios 3G, Mapas com GPS, suporte para funcionalidades de empresa, como o Microsoft Exchange, e a nova App Store, o iPhone 3G coloca funcionalidades ainda mais fantásticas nas suas mãos. Tal como o iPhone original, combina três produtos num só – um telemóvel revolucionário, um iPod de ecrã panorâmico e um dispositivo de internet inovador, com correio electrónico HTML e navegação completa na internet. iPhone 3G. A redefinição de aquilo que um telemóvel é capaz”. [in Optimus]

Página seguinte »

Create a free website or blog at WordPress.com.
Entries e comentários feeds.